Sementes de cannabis

As sementes são uma maneira natural de reprodução de muitas plantas, onde está incluída a Cannabis Sativo, mais conhecida como marijuana.
As plantas de marijuana reproduzem-se de maneira sexual: é preciso dois órgãos reprodutores para que se formem as sementes. Umas plantas são machos e outras são fêmeas, pode sair uma flor masculina em uma flor feminina e pode auto-polinizar-se.

Na natureza as flores masculinas polonizam as plantas fêmeas, as sementes caiem ao chão e com a humidade as sementes germinam e nascem novas plantas. As plantas fêmeas são as que produzem os cálices, os machos soltam o pólen. Quando chega a fase de floração a planta feminina com a resina que gera, pode apanhar o pólen do macho com os pelos, e aí introduz o pólen dentro do cálice, onde se vai formar uma nova semente.

Normalmente temos que deixar secar uns meses, para que este preparado para germinar.

Na natureza as sementes secam na mesma planta, porque é uma planta que a tem, porque a planta morre e no ano seguinte voltam a sair as sementes que conseguiram germinar.

Mas como é uma planta muito proíbida mundialmente e não há muitos cultivos selvagens, isto não é muito habitual acontecer na natureza.
Já hà alguns anos que existem as casas de sementes de marijuana, onde se procuram variedades de marijuana que se destacam das outras, pois estabilizam os genes ou são misturados com outros genes distintos para fazer híbridos, que têm as melhores caraterísticas dos dois genes.
Na GROWBARATO.NET podes comprar essas sementes com diferentes genes, as quais podem ser femenizadas, regulares ou autodependentes.

Pouco a pouco foi evoluindo. Já há muitos anos que se fuma marijuana, mas na última década conseguiu-se aumentar uns 300% de THC. Nos anos 70 produzia-se marijuana com uma percentagem de THC muito perto dos 10%, nos anos 80 quase nos 12%, nos anos 90 uns 15%, no ano 2000 uns 20% e de 2000 a 2015 subiu aos 30%. Isso quer dizer que, cada vez mais se vai encontrando e estabilizando variedades de plantas muito mais poderosas – na GROWBARATO.net já podes encontrar as melhores sementes de marijuana feminizadas, autodependentes e regular para teu cultivo.

Segundo os estudos, na última década aumentou 300% o poder das sementes, não é só o poder, também melhoraram muitas coisas, como já disse: as sementes regulares podem dar-te uma planta fêmea ou macho, normalmente 50%. Nao é sempre 50%, porque depende das condições que tenhas na estufa nos primeiros dias. Com uma humidade relativa mais alta consegues que as nossas sementes originem mais plantas fêmeas, porque se o ambiente é de muito calor e pouca humidade vão surgir muitos mais machos. Agora, a maior parte das sementes de cannabis que está no mercado são femenizadas, quase sempre saiem fêmeas, 99% das vezes e 1% hermafroditas.

Nao é perfeito, mas de ter de tirar 5 de 10 até 1 de 100 machos, as coisas avançaram bastante. Um cultivador normalmente só planta entre 4 – 10 plantas, então a margem de erro é muito pouca. É mais fácil ver os erros na hora de germinar, não pela própia semente , mas pelas condições de germinação.

As sementes de cannabis necessitam de um ciclo de humidade constante desde que germinam até ao final da sua vida. Para germinar podes pô-las em guardanapos ou em algodão, esperas entre 2 até 15 dias que abram e vamos ver a sua primeira raíz. Depois pões no teu meio de cultivo, onde ela começa a formar-se, até que passam uns 15 dias e começa a ver-se a nossa planta de marijuana. A partir daí já é mais rápido, mas atenção é muito comum que falte a humidade antes de se ver a raíz.

O motivo pelo qual não costumam germinar é porque ou secou o guardanapo ou o algodão antes que saia a primeira raíz, e ao secar já perde o ciclo de humidade e morrem. Por muito que molhes, depois já não germinam e acabam por apodrecer, que é o erro mais comum. Outro dos erros, é que ponhas demasiada água no guardanapo, onde com o excesso de água apodrecem também. Outro dos motivos é o calor, quando faz frio não germinam, mas o calor em excesso e o papel molhado faz com que sequem e morrem, e essas já nao vão germinar.

Muitas vezes achamos que a culpa é das sementes, mas AS SEMENTES DE CANNABIS GERMINAM 99% MESMO QUE NÃO SEJAM MUITO BOAS.
Na GROWBARATO.NET já podes comprar sementes de cannabis com essa percentagem de êxito em germinação, das melhores marcas como Dinafem, Sweet Seeds, Medical sedes, CBD Seeds, Delicious Seeds e todas as marcas e variedades de sementes femenizadas, autodependentes e regulares do mercado. É muito comum ver o cultivador semear 5 variedades de marcas distintas e não germinar nenhuma. O erro pode não estar em todas as sementes, mas sim na mão do cultivador.

Alguns mitos sobre as sementes de cannabis:

Também hà muitos mitos sobre as sementes de cannabis. Hà quem diga, que as sementes de cannabis que metes num copo de água e flutuam é porque estão vazias por dentro e que nunca sai nada, mas eu mesmo já germinei sementes que ao pôr na água flutuaram e germinaram perfeitamente. Outro dos mitos que temos que desmentir urgentemente, é que se apertas a semente e ela se parte é porque estão vazias, iguais às que flutuam.

Todas as sementes que tentes apertar vão partir-se, só depende da pressão que vais fazer ao aplastar, não a uma escala de força. De certeza que se fizeres a força necessária vais esmagar todas. Não a apertes e dá-lhe a oportunidade de germinar normalmente.

Outro dos mitos que se deve desmentir é que por ser pequena a semente ou de cor branca já não vai germinar. Há muitas genéticas que têm genes com sementes brancas e pequeñas, que germinam tão bem como as sementes maiores e mais escuras , só temos de dar uma oportunidade à germinação.
Quando consegue germinar, temos as nossas plantas de cannabis em poucos dias, desde que as plantas até ver as suas primeiras folhas. Delas, saem plantas que normalmente, se são de sementes diferentes vão sair plantas muito distintas umas das outras.

Dentro da própia espécie de plantas de cannabis podemos encontrar diversas espécies. Estas espécies são classificadas como SATIVAS, ÍNDICAS e RUDERALIS. De entre elas há muitas subespécies, uma vez que se pode cruzar e hibridar, cruzando entre umas e outras. Também há outros tipos que se podem diferenciar das outras sementes: podem ser sementes de temporada e as sementes autodependentes.

Podemos fazer híbridos que tenham 60% dos genes sativa e 40% índica, que por sua vez podem ser de temporada ou autodependente, tudo depende das plantas que uses para os cruzamentos.

As plantas de temporada necessitam da luz do dia para florescer. Quando os dias vão ficando maiores, desde o início do inverno até ao início do verão ,as nossas plantas estão en fase de crescimento. Quando os dias começam a ficar mais curtos e as noites mais longas, é quando as nossas plantas começam a florescer. São muito sensíveis à luz; assim durante a noite não devem ter luz por perto, como por exemplo um candeeiro luz ou uma luz do pátio.
As plantas autodependentes não necessitam desse período de verão para florescer. Vêm de uma espécie chamada Rudelaris, original do norte da Europa. Crescem selvagens nas montanhas mais frias, e as sementes são capazes de gelar e voltar a germinar assim que chegue o bom tempo. Este tipo de plantas pode florescer de duas maneiras: pode ser por uma altura mínima que comece a florescer, ou por ser de uma determinada idade .

Cada vez que cultives sementes de cannabis, podem ser as de temporada como as femenizadas ou autodependentes, elas vão aumentado de qualidade, já que as autodependentes antes tinham pouca qualidade e produtividade. Agora as plantas autodependentes já ganharam muita produção, e também qualidade porque se trabalha com outras genéticas mais fortes, e não ficam nada atrás das sementes de temporada, e com um ciclo de vida que não dura mais de 60 dias, desde a sua germinação até à sua colheita.

Dizem que as plantas Sativas têm muito mais efeito no cérebro por terem um nível alto de THC, e as Índicas são de efeito mais corporal porque contêm mais níveis de CBD e CBN, entre os cannabinóides. Mas a verdade, é que não é uma droga muito dura. Se fumas habitualmente, o efeito depende do ambiente ou também com quem estás a fumar. Mas se queres mais efeito, já tens de fazer uma extração concentrada em cannabinóides, como o BHO, e aí sim vais notar muito mais o efeito da variedade.

Agora, já podes selecionar as tuas sementes, fazer a tua própia variedade, cruzar entre as que mais gostes, e assim podes conhecer o comportamento de cada variedade favorita. As sementes sao conhecidas e ao mesmo tempo desconhecidas para muitos cultivadores, que duvidam das sementes e então começam o cultivo com clones. Num cultivo de sementes saem sempre plantas um pouco diferentes, como os irmãos. Também posso dizer que, com as sementes vais colher muito mais do que com um clone durante o mesmo tempo de floração.

Em Growbarato.net já podes comprar sementes de cannabis de todas as marcas do mundo, As melhores sementes ao melhor preço.

¡Haz clic para puntuar esta entrada!
(Votos: 1 Promedio: 5)